segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Movimentos Balísticos


Sabe MU e MUV? Não precisa saber mais nada. Veja as orientações e descubra o motivo de estar errando os exercícios.


Os movimentos balísticos são aqueles realizados por projéteis, como balas ou corpos pequenos. Dividimos estes movimentos em 4:

- Queda Livre.
- Lançamento Vertical.
- Lançamento Horizontal.
- Lançamento Oblíquo.

Antes de descrevê-los, veja as postagens sobre movimento uniforme (MU) e movimento uniformemente variado (MUV):
- Maldita Cinemática
- Cinemática? Hã?

QUEDA LIVRE
Acontece com corpos que são abandonados de determinada altura, sem um "impulso", só foram soltos e caíram. Nos exercícios que envolvem este tipo de movimento e todos os outros, geralmente desprezamos a resistência do ar para facilitar as contas. Aqui só ocorre o MUV, em que vamos fazer algumas considerações nas fórmulas:
- A velocidade inicial é zero, pois o corpo foi abandonado;
- Adote um referencial. Eu costumo determinar o "marco zero" no ponto que o corpo começou a cair e os valores do espaço aumentam conforme ele vai caindo.
- A aceleração é a gravidade local. Na Terra, a maioria dos exercícios de ensino médio arredonda para 10 m/s², mas não custa nada conferir o enunciado.
Pronto, agora é só aplicação de fórmula. Simples?

LANÇAMENTO VERTICAL
Acontece quando alguém lança um corpo com uma velocidade vertical para cima ou para baixo. O movimento mais comum é o lançamento para cima, em que o corpo vai subindo até perder toda a sua velocidade e depois desce no mesmo tempo que subiu. Neste movimento ocorre o MUV também. Dicas:
- No ponto mais alto, a velocidade do corpo é zero;
- Divida o movimento em subida e descida;
- A aceleração é a gravidade local;
- Adote um referencial, ou seja, marque se o sinal será positivo na subida ou na descida;




LANÇAMENTO HORIZONTAL
O exemplo clássico é o chute de uma bola em um barranco. Há uma mistura de MU e MUV. Na horizontal não há aceleração, pois você só chutou a bola e ela ganhou uma velocidade, e esta é constante, logo é um MU. Já na vertical, a bola cai sobre a aceleração da gravidade, logo há um MUV. Dicas:
- Não misture as duas velocidades. Chame Vx e Vy para facilitar. Vx nunca muda, pois o movimento é uniforme.
- A distância máxima que o corpo chega na horizontal é chamada de alcance.
- Descubra o tempo para chegar ao chão na horizontal e use para a vertical, ou vice-e-versa.

LANÇAMENTO OBLÍQUO
Seria chutar a bola com um ângulo inicial. Ou o tiro de uma bala de canhão. A bola sobe e desce, descrevendo uma parábola. Dicas:
- A velocidade inicial deve ser decomposta nos eixos x e y, em que Vx=V.cosθ, Vy=V.senθ e θ é o ângulo do vetor velocidade com o chão.
- Na horizontal ocorre o MU e na vertical o MUV.
- O ponto mais alto é chamado de altura máxima e nele Vy=0, mas Vx continua a mesma do início.
- O alcance é a distância horizontal entre o lugar que o corpo foi lançado daquele que ele caiu.

Dúvidas? Tem algum exercício que não consegue resolver? Comente ou mande um e-mail para paratodosesobretudo@yahoo.com.br. Se for postar uma questão, utilize símbolos matemáticos.

Quer mais dicas sobre física? Inscreva-se nas atualizações do blog no canto direito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário